23.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 16 junho, 2021
spot_img

Agroecologia: a agricultura do futuro

A produção agroecológica é mais do que um modelo de produção, é uma forma de enxergar, se conectar e interagir com a natureza. Continue lendo saiba mais sobre agroecologia, a agricultura do futuro.

Qual o diferencial da agroecologia?

A agroecologia estuda a formação natural de uma floresta (a ocupação do espaço e do tempo de cada planta e a interação entre elas, bem como a formação de acumulo de matéria orgânica para a manutenção e equilíbrio da saúde do solo) a fim de reproduzir esse padrão natural em modelos de produção de alimentos em áreas anteriormente degradadas.

Através da agroecologia é possível gerar mais alimentos, recursos e energia disponível para o planeta e para a vida abundante.

Ou seja, no cenário atual de degradação ambiental, a agroecologia é tudo que precisamos para criar um futuro que garanta a sustentabilidade, biodiversidade e harmonia na natureza. Por isso, agroecologia é a agricultura do futuro!

A agricultura deve respeitar o futuro

Essa forma de produção respeita a natureza, seus ciclos, a sazonalidade de cada planta e a biodiversidade natural.

É um modelo de produção altamente rentável, pois maximiza os ganhos da produção ao fazer as combinações certas das plantas companheiras e plantar mais de uma espécie onde pelo menos uma das espécies tem o mesmo rendimento em um mesmo espaço em que a monocultura utilizaria para plantio de apenas uma espécie.

Essa forma de produção também exige estudo e conhecimento das plantas e ainda não é reconhecido de forma devida, tanto é que ainda não existe nenhum selo que regulamente, fiscalize e garanta a qualidade da produção agroecológica.

É uma prática que está se tornando mais popular a cada dia, porém, muitas pessoas e produtores ainda não conhecem seus benefícios.

Leia aqui os benefícios da produção agroecológica.

Essa prática permite ao consumidor o acesso a alimentos de boa qualidade, vivos e saudáveis, com preço justo e acessível, e que tem um modelo de produção ainda mais sustentável que os produtos certificados orgânicos.

O planejamento da sua compra de alimentos facilita muito a sustentação das suas escolhas ideológicas.

E aí, qual produto faz sentido pra você? O que você quer apoiar e o que vale a pena para a manutenção da sua saúde e preservação da natureza?

Seja um agente de transformação. Clique aqui e conheça os cursos do Instituto Pindorama que promovem sustentabilidade e educação ecológica.

Thais Canan
Thais Canan é engenheira de alimentos formada pela Universidade de São Paulo (USP). Depois de trabalhar em uma indústria de congelados veganos, decidiu trilhar o seu próprio caminho de forma autônoma. Fez o curso de permacultura no Instituto Pindorama, onde ficou como voluntária por um ano e trocou moradia e alimentação pela sua força de trabalho. Foi lá que desenvolveu seus primeiros produtos a partir do aproveitamento integral da bananeira, que hoje é uma linha de produtos da sua marca. Já trabalhou em projetos do restaurante orgânico Casa Pindorama. Além disso, também em parceria com o Instituto Pindorama, atua como professora de processamento de alimentos.

Artigos Relacionados

Siga o Instituto Pindorama

325,429FãsCurtir
173,000SeguidoresSeguir
95,300InscritosInscrever
spot_img

Relacionados