20.8 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, 30 junho, 2022
spot_img

Dica prática: como construir com pau a pique

Quer saber como construir com pau a pique? Descubra através dessa dica prática como funciona o sistema construtivo com pau-a-pique.

O pau a pique é uma técnica construtiva antiga, onde usa-se madeira e barro. Geralmente, usa-se bambu entrelaçado entre linhas verticais e horizontais, amarradas entre si, que após a amarração são preenchidas com barro.

Vantagens de utilizar essa técnica construtiva

Custos

A construção com pau-a-pique pode ser considerada uma boa opção de baixo custo, pois pode ser feita utilizando matéria-prima local. Basicamente usa-se madeira ou bambu, barro e pedras.

Durabilidade

Muitas pessoas têm preconceito com esta técnica, devido sua “fama” de tornar habitat para roedores e insetos.

Porém, essa é uma visão ultrapassada. Com o passar dos anos, a técnica foi aprimorada, e se construída de forma adequada e devidamente rebocada, não há nenhum perigo de instalação desses animais.

Esta é uma técnica construtiva que é feita desde tempos remotos. No Brasil, foi amplamente utilizada no período colonial para construção de residências e igrejas que até os dias de hoje permanecem intactas.

Como construir com pau-a-pique

O pau-a-pique trata-se de uma técnica de vedação. Isto é, paredes construídas com essa técnica não foram feitas para suportar o peso de telhados nem de pavimentos superiores. Antes da execução, portanto, deve-se edificar uma estrutura de madeira ou bambu para suportar essas cargas.

O vão da estrutura receberá as vigs de bambu ou madeira roliça nas posições horizontal e vertical, formando espaços de 20 cm de extensão por 10 cm de altura, aproximadamente. Como mostra a imagem abaixo:

Esses espaços, são então preenchidos com a seguinte massa:

  • 1 parte de solo formado por: 60% de argila e silte e 40% de areia
  • 10% de esterco verde (fresco de curral é ideal, mas pode-se usar esterco curtido)
  • 1 parte de palha, capim seco, folhas de pinus ou de bambu (idealmente, 20 cm de comprimento médio).

Para obter a parte de solo com a proporção 60/40, você possivelmente tenha de apanhar 2 carrinhos de terra de barranco para 1 carrinho de areia. Então, adicione 3 carrinhos de palha.

Para obter a parte de solo com a proporção 60/40, você possivelmente
tenha de apanhar 2 carrinhos de terra de barranco para 1 carrinho de areia.
Então, adicione 3 carrinhos de palha.

A palha e equivalentes, juntamente com a areia, atuam como minivergalhões, evitando rachaduras no processo de retração da argila.

O esterco favorece o alinhamento das partículas de argila durante o processo de
fermentação. Esta massa deve ser pisada sobre uma lona plástica e precisa
fermentar idealmente por no mínimo 15 dias antes de ser utilizada.

Essa é uma técnica com impacto ecológico positivo e uma ótima alternativa de construção sustentável.

Aprenda mais sobre bioconstrução e casas ecológicas no Curso Online de Casas Ecológicas do Instituto Pindorama. Clique aqui para saber mais.

Nilson Dias
Nilson Dias
MBA em Gestão de Projetos pela FGV, fez a transição com apenas 25 anos de idade quando encerrou seu ciclo em uma multinacional e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida que já auxiliou centenas de pessoas a realizarem seus sonhos.

Artigos Relacionados

Siga o Instituto Pindorama

325,429FãsCurtir
217,000SeguidoresSeguir
138,000InscritosInscrever
spot_img

Relacionados