Kits fotovoltáicos: 0,45 centavos por dia descontado de moeda virtual de celulares no Quênia

O M-KOPA acompanha um painel fotovoltaico, 3 lâmpadas de LED, 1 rádio, 1 carregador de celulares e pode sem comprado com a moeda virtual M-pesa.

O M-Pesa se espalhou rapidamente e em 2010 se tornou o sistema financeiro baseado em celulares mais bem sucedido em países em desenvolvimento.  O serviço foi aclamado por ter dado oportunidade ao micro-crédito a milhões de pessoas que podiam até parcelar sistemas solares “fora da rede” em pequenas prestações de 45 centavos e foi promotor da redução do crime numa sociedade anteriormente baseada em papel moeda.

M-Pesa (M de mobile, celular em inglês; pesa de dinheiro, em suaíli) é um serviço de banco por celular da Vodafone (através da filial Safaricom) oferecido no Quênia desde março de 2007, sendo o primeiro a operar extensivamente. Atraiu dez milhões de clientes em três anos, representando 11% do PIB e 45% da população adulta do país.
No final de 2009 contava com 9 milhões de usuários. No início de 2011 contava com 14 milhões de usuários, movimentando US$14 milhões/dia e abrangendo 68% da população adulta do Quênia e 81% dos clientes da operadora.A maioria dos clientes é ativa.

Conheça o curso de Energia Solar e iluminação com led do Instituto Pindorama. Clique aqui!

Funcionamento

O cliente vai até uma loja de varejo (agente) e troca dinheiro por créditos eletrônicos. Essas lojas recebem uma taxa paga pela Safaricom a cada conversão de valores realizada. O dinheiro torna-se então e-float (crédito da Safaricom) até estar pronto para ser usado em transferências, compra de créditos de celular ou faturas de contas, com valor máximo de US$800. A conta de dinheiro eletrônico fica vinculada ao número de telefone e é acessível através do aplicativo no cartão SIM do cliente.

O M-Pesa se espalhou rapidamente e em 2010 se tornou o sistema financeiro baseado em celulares mais bem sucedido em países em desenvolvimento. Em 2012 já somavam 17 milhões de contas M-Pesa no Quênia.

[epico_capture_sc id=”76″]

Instituto Pindorama - Todos os direitos reservados
Share This