33.5 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, 15 outubro, 2021
spot_img

Como fazer um desidratador de alimentos?

A desidratação é uma das formas mais antigas de se conservar alimentos. A cada dia, os produtos naturais desidratados vêm ganhando mais adeptos pelo mundo. Além de serem práticos e funcionais, produzem um tipo alimento delicioso!

Então, se você deseja aprender como fazer um desidratador de alimentos leia esse post que preparamos para você!

Numa propriedade rural ou mesmo na cobertura de um prédio na cidade, desidratar alimentos é uma das soluções para lidar com excedentes de produção de frutas, legumes e verduras.

Por exemplo: Um prato de arroz de 500g com shitake, tem seu peso reduzido a cerca de 50g. E, quando a fome bater, basta adicionar água quente para reidratar e deixar pronta sua refeição.

Está é uma ótima opção para quem quer se alimentar de uma maneira mais prática e natural, sem precisar optar por alimentos processados e industrializados. Fazer um desidratador de alimentos é muito simples! E você mesmo pode fazê-lo.

Faça você mesmo um desidratador de alimentos


1- Construa uma caixa com madeira de pinus pintada de preto com carvão.
Atenção: Não use tintas tóxicas, para não contaminar seus alimentos.

2- Estique uma tela ou grelha de metal a meia altura desta câmara de secagem, de modo que os alimentos possam ser posicionados.

3- Abra frestas de ventilação e proteja-as com tela para mosquiteiro.

4- Para apoiar seu desidratador, faça uma estrutura apontada para o norte.
Tampe-a com vidro temperado (que pode ser obtido em vidraçarias ou lojas
de sucata). Pode-se usar inclusive plástico de estufa.


Atenção: Para se desidratar frutas, deve-se fazê-lo idealmente a 70º C nas primeiras
três horas e, depois, entre 40 e 60º C — para tanto, pode-se movimentar um
pouco o desidratador ou abrir mais as portinholas de saída do ar quente.

É importante que a água condensada no vidro possa escorrer para fora do
desidratador e que o fluxo de ar seja constante.

Alguns projetos costumam dar um upgrade no sistema montando exaustores fotovoltaicos de baixo custo a partir de ventoinhas de computador e pequenas fotocélulas.

Gostou? Clique aqui e aproveite para se inscrever no Instituto Pindorama para receber em primeira mão nossas promoções, aulas gratuitas e novidades.

Nilson Dias
MBA em Gestão de Projetos pela FGV, fez a transição com apenas 25 anos de idade quando encerrou seu ciclo em uma multinacional e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida que já auxiliou centenas de pessoas a realizarem seus sonhos.

Artigos Relacionados

Siga o Instituto Pindorama

325,429FãsCurtir
215,000SeguidoresSeguir
116,000InscritosInscrever
spot_img

Relacionados