15.7 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, 30 julho, 2021
spot_img

Como iniciar um negócio sustentável do zero

Está pensando em empreender no setor que mais cresce no mundo? Investir em sustentabilidade é a grande tendência para os próximos anos. Então, aprenda agora como iniciar um negócio sustentável do zero.

Observar o mundo é a melhor forma de ter ideias. Ao interagir com produtos e
serviços, você acumula experiências, desenha sugestões de como melhorá-los em sua cabeça e, a partir daí, passa a idealizar um negócio próprio.

Nesse início, muitos planos parecem inviáveis, mas não os descarte. É bom assumir que, a princípio, nada é impossível, criando um estoque de ideias para que você possa avaliar a viabilidade.

Se estiver produzindo em grupo, é bom estabelecer a regra de que é proibido
censurar ideias, sendo todas bem-vindas.

Leia as abaixo as dicas que preparamos para que você aprenda como inciar um negócio sustentável do zero.

Classificar a ideia

Deve-se avaliar o tipo de ideia, o potencial negócio e os limites geográficos de atuação. Ao final dessa etapa, você precisará saber como o negócio vai gerar lucro. As ideias podem ser:
• Aperfeiçoamento de um negócio já existente.
• Nova abordagem ou combinação de
negócios já existentes.
• Necessidade específica de um nicho.
• Demandas de negócios tradicionais que ainda possuem pouca/nenhuma oferta.
• Produto ou negócio inovador.

Estudo

É o momento de avaliar a viabilidade do negócio. Ao final dessa etapa, você precisa ter certeza de que conhece quais são os fatores chave para o sucesso. Veja o que precisa ser levado em consideração:
• Buscar informações detalhadas sobre a operação.
• Identificar os principais canais de vendas.
• Mapear concorrentes diretos e indiretos.
• Identificar formadores de opinião, entidades de classe e órgãos reguladores.
• Avaliar qual o conhecimento necessário para exercer bem essa atividade.

Teste

É quando serão realizadas pesquisas detalhadas junto ao público do negócio. Ao
final dessa etapa, tenha certeza de que existe demanda, considerando o posicionamento definido nas etapas anteriores.
• Identificar fornecedores.
• Observar o comportamento do mercado: funcionários, clientes, concorrentes.
• Conversar com os jogadores e formadores de opinião.• Elaborar e testar protótipos de produtos (se necessário).
• Operar temporariamente o negócio (pop-up).

Análise

Aqui será necessário definir quais as metas e prazos, visando a lucratividade, a estabilidade e a expansão do negócio. Ao final, é preciso saber quanto será necessário vender para que a ideia se torne lucrativa.
• Verificar as condições de sustentabilidade do negócio (ponto de equilíbrio).
• Calcular as necessidades de capital.
• Identificar fontes de recursos/financiamento (se necessário).
• Elaborar projeções de resultados (24 meses).
• Utilizar ferramentas como plano de negócios, Canvas, PMI etc. (se necessário).

Marca e propósito

É o que dá sentido para nossas vidas e nos move adiante. É aquilo que nos motiva a
trabalhar – não apenas porque estamos ganhando dinheiro, mas porque sentimos que fazemos diferença no mundo. As marcas também precisam trabalhar isso. Convido a todos a construir negócios que lucrem por meio da paixão e de um propósito maior.

Gostou e quer aprofundar nos estudos? Conheça os cursos do Instituto Pindorama. Clique aqui para saber mais.

Nilson Dias
MBA em Gestão de Projetos pela FGV, fez a transição com apenas 25 anos de idade quando encerrou seu ciclo em uma multinacional e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida que já auxiliou centenas de pessoas a realizarem seus sonhos.

Artigos Relacionados

Siga o Instituto Pindorama

325,429FãsCurtir
215,000SeguidoresSeguir
102,000InscritosInscrever
spot_img

Relacionados