23.2 C
Rio de Janeiro
domingo, 18 abril, 2021
spot_img

Porque comemos alimentos envenenados?

Porque comemos alimentos envenenados? A história do envenenamento na agricultura iniciou durante a Primeira Guerra Mundial. Neste período, se deu a criação dos primeiros agrotóxicos.

Após as duas grandes guerras, como uma alternativa para capitalizar a nova invenção da indústria química, os agrotóxicos tiveram seu uso alavancado na agricultura através do que foi chamado de “Revolução Verde”.

A expressão Revolução Verde refere-se à disseminação e prática de novos métodos agrícolas que permitiram a industrialização da agricultura.

Portanto, esse modelo é baseado na utilização de sementes geneticamente modificadas, insumos biocidas, produção agrícola em larga escala com uso de mecanização.

Os perigos do alimentos envenenados

Sem romantização, alimentos envenenados são perigosos e giram em torno da destruição planetária.

Sobretudo, além dessa prática gerar sérios danos à biodiversidade planetária, induz o agricultor a se tornar escravo do mercado de sementes e insumos agrícolas.

Juntamente com as sementes modificadas, os agrotóxicos se tornaram um tipo de propriedade privada e pertencem a grandes industrias.

Estima-se que 93% das variedades de sementes originais desapareceram – uma perda sem precedentes para a humanidade.

Consequentemente, outro perigo acontece no próprio campo de cultivo: o agrotóxico pulverizado tanto por agricultores – causando envenenamento e sérias doenças – quanto por maquinário, oferece riscos graves de contaminação por elevada toxicidade, perda de biodiversidade, envenenamento do solo e da água, e também, risco de extinção de biomas inteiros.

Em seguida, o perigo chega à mesa do consumidor. Portanto, os alimentos disponíveis no mercado – como verduras, frutas, legumes, grãos e seus derivados, como a farinha de trigo – provém de atividades agrícolas que fazem uso de sementes modificadas e agrotóxico.

O modelo econômico dominante, baseado no crescimento ilimitado em um planeta limitado, está levando a uma superação do uso humano dos recursos da Terra. 

Com isso, toda a humanidade e a natureza estão sendo levados à uma catástrofe ecológica.

Acima de tudo, os ricos, os bilionários, as corporações e instituições estão impondo uma cultura que faz a terra, os pobres e os trabalhadores pagarem. 

Além disso, querem desmantelar os direitos dos trabalhadores, os direitos humanos e as leis que protegem o meio ambiente. Ou seja, em nome da ganância querem privatizar, mercantilizar e patentear a natureza e os seres humanos.

Resumindo, estamos sendo envenenados e estamos envenenando o planeta em função do lucro bilionário de poucos – correndo o risco grave de contaminação, extinção e degradação a nível global.

No vídeo abaixo, você encontrará muitas dicas para comprar alimentos orgânicos (sem veneno). Confira:

Você também pode aprender a cultivar seus próprios alimentos orgânicos através de nosso Curso Online de Produção de Alimentos Orgânicos. Clique aqui e confira.

Nilson Dias
MBA em Gestão de Projetos pela FGV, fez a transição com apenas 25 anos de idade quando encerrou seu ciclo em uma multinacional e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida que já auxiliou centenas de pessoas a realizarem seus sonhos.

Related Articles

Siga o Instituto Pindorama

323,771FãsCurtir
154,000SeguidoresSeguir
86,300InscritosInscrever
spot_img

Relacionados