20 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, 14 maio, 2021
spot_img

Vida autossustentável: 3 maneiras inteligentes de viver fora do sistema

Quer descobrir 3 maneiras inteligentes de viver fora do sistema? Leia esse post que preparamos especialmente para você!

No modelo social dominante, principalmente nas grandes cidades, a maioria das pessoas não sabe como sobreviver sem o uso de tecnologias que causam grande impacto ambiental e que utilizam enorme quantidade de combustíveis fósseis na produção, como alimentos por exemplo.

Você já parou para refletir sobre o caminho que o alimento precisa fazer para chegar até você e a pegada de carbono que ele deixa no caminho? E o lixo que é gerado depois que você o consome?

Praticamente todo nosso planejamento de segurança emergencial, depende do uso de comida industrializada e água engarrafada.

O modelo das cidades hoje, não contemplam medidas autossustentáveis para a população local. A comida e a água engarrafada por exemplo, dependem totalmente de meios de transporte para chegar nas residências.

Além da insustentabilidade ecológica desse modelo, basta uma crise energética para que esse sistema entre em colapso para que falte abastecimento para a população, ou para que aumente os preços desses itens básicos.

Portanto, aqui estão três maneiras inteligentes de viver fora do sistema. Comece agora mesmo a criar um ambiente autossustentável e romper com a dependência do sistema atual.

1. Diversifique as fontes de energia

Se você quer começar a viver fora do sistema, você precisará aproveitar o poder de cooperação da natureza. Seu primeiro passo para uma vida autossustentável, pode ser romper com a rede elétrica e produzir a própria energia através de sistemas solares.

Quando o investimento inicial for pago, você poderá produzir sua própria eletricidade gratuitamente e ficar livre de taxas absurdas que são cobradas.

Além de contribuir para um modelo energético mais limpo, você deixará de contribuir com modelos de captação energética que degradam muito o meio ambiente, como é o caso das hidrelétricas.

2. Aprenda a cultivar sua própria comida

Nos supermercados convencionais, há uma quantidade absurda de plástico para manter os alimentos embalados. Uma das maneiras inteligentes de viver fora do sistema mais valiosas para autossustentabilidade, é aprender a cultivar boa parte de sua alimentação.

Sem dúvidas, isso causará um efeito muito positivo em sua saúde com a diminuição de comida super processada e industrializada.

Comer alimentos sazonais de cultivo próprio, pode te auxiliará em se tornar mais autossustentável e também se sentir mais conectado com a Terra. Este é um paradigma muito gratificante.

Uma dica de ouro é: guarde sementes crioulas. Você sabia que mais de 70% das sementes originais da natureza foram perdidas devido o modelo de agricultura industrial? Pois é. Então, se prepare para guardar sementes crioulas e garantir alimentos que não sejam geneticamente modificados para as próximas gerações.

3. Vida simples

Hoje em dia, ouvimos essa conversa urgente e necessária sobre as questões ambientais, climáticas, sociais, econômicas relacionadas ao futuro da humanidade. Portanto, é necessário entender que muitos problemas que envolvem nossa existência atual, estão interligados.

Grande parte da população já percebe que o “American Life Style” é carregado de complexidades que demandam um ritmo insano. Somos bombardeados, todos os dias, por mensagens, ofertas, propagandas, sendo a maioria relacionada com o superconsumo.

Essa situação não é nem um pouco saudável fisicamente e emocionalmente. Portanto, adotar um modelo de vida mais simples começa a partir da avaliação profunda de si mesmo, e da decisão de reavaliar os hábitos e objetivos.

Adotar uma vida simples não significa se tornar menos, mais fraco ou inferior. Mas sim, significa Ser mais, de uma maneira completamente diferente do modelo implantado do Ter.

Leia mais: Vida Sustentável: 5 conselhos para começar sua transição agora

A vida autossustentável salva o futuro do nosso planeta

Ao encontrarmos maneiras mais simples de se viver, longe das complexidades de um modelo social superconsumista, descobrimos o real valor da autossustentabilidade.

E, descobrimos também que podemos reduzir nosso impacto ambiental e avançar na direção de um paradigma que preenche nossa existência sem que tenhamos que destruir o planeta para sermos felizes.

Cuide da Terra, Cuide das pessoas, Garanta o futuro saudável dessa e das próximas gerações.

Seja um agente de transformação. Conheça nossos cursos clicando aqui.

Nilson Dias
MBA em Gestão de Projetos pela FGV, fez a transição com apenas 25 anos de idade quando encerrou seu ciclo em uma multinacional e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida que já auxiliou centenas de pessoas a realizarem seus sonhos.

Artigos Relacionados

Siga o Instituto Pindorama

323,936FãsCurtir
173,000SeguidoresSeguir
90,100InscritosInscrever
spot_img

Relacionados