17.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 28 julho, 2021
spot_img

Você se sente seguro habitando a cidade?

Longe de estar num contexto “perfeito”, as cidades se tornam a cada dia mais difíceis de habitar.

Há quem seja apaixonado pelo meio urbano e todas as suas facilidades, mas, muitas pessoas já não aguentam mais os grandes problemas enfrentados nas cidades, inclusive nas grandes metrópoles.

Você se sente seguro habitando a cidade? Para responder essa pergunta de forma mais profunda, reparamos o seguinte questionário para você:

1- O que te leva a morar no meio urbano?
2- Você se sente seguro habitando a cidade? Com o que essa segurança está relacionada?
3- Quais os principais desafios que você enfrenta morando na cidade?
4 – De 0 a 10 o quanto você considera saudável seu estilo de vida no meio urbano?
5- O que você mais ama na cidade onde vive? O que você menos ama?
6- Se você tivesse agora a oportunidade de mudar esse contexto, o que você faria?

Se você quiser, pode responder essas perguntas nos comentários desse post!

Muitas pessoas moram no meio urbano por terem nascido dentro desse contexto. Outras, escolhem migrar de pequenas cidades, de cidades do interior, para buscar novas oportunidades na cidade grande.

E o grande problema, não é a cidade em si. E sim, os diversos erros de design que acometem sérios problemas a esses grandes centros aglomerados.

A cidade e os erros de design

Hoje, superficialmente falando, os principais problemas enfrentados nas cidades são: violência, crescimento desordenado, trânsito caótico, diversos tipos de poluição, entre muitos outros.

Todos os problemas, se remetem à maneira em que as cidades foram construídas, no que se refere à entrada e saída de energia (água, alimentos, energia elétrica, resíduos).

Toda a logística das cidades, estão amparadas em modelos industriais, e não em modelos naturais e tradicionais de se habitar.

Hoje, a vida nas cidades é completamente dependente de energias externas (inclusive as não renováveis), para se manterem em funcionamento. E isso, na visão da Permacultura, é um grande problema que só tende a aumentar no futuro.

Vide as greves dos caminhoneiros em 2018. Muitas cidades decretaram estado de calamidade pública por falta de abastecimento. Outro exemplo, é a pandemia enfrentada no último ano, nos fazendo encarar as diversas fragilidades do modelo urbano atual.

Comida que vem de longe gerando alto impacto ambiental, água tratada com aditivos químicos, meios de transporte que poluem, gestão insustentável de resíduos, excesso de lixo e de plástico, e uma longa jornada de trabalho para sustentar todo esse estilo de vida… Então, será que a vida urbana no contexto atual realmente apresenta segurança?

Antes de mais nada é muito importante dizer que a cidade reflete o estado da sociedade que nela expressa uma concepção de mundo.

E é por isso que te convidamos a conhecer a Permacultura, para que você descubra uma nova forma de viver.

Em sintonia com a natureza, com os ritmos naturais, com uma rede de pessoas dispostas a transformarem seus hábitos para transformarem também todo o cenário desafiador que estamos vivendo. Permacultura Urbana é possível e necessário.

O vídeo abaixo, é um documentário super interessante do primeiro país que enfrentou a crise que todos iremos enfrentar: a crise da escassez de recursos.

Conheça os cursos do Instituto Pindorama. Clique aqui. Seja um agente de transformação.

Nilson Dias
MBA em Gestão de Projetos pela FGV, fez a transição com apenas 25 anos de idade quando encerrou seu ciclo em uma multinacional e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida que já auxiliou centenas de pessoas a realizarem seus sonhos.

Artigos Relacionados

Siga o Instituto Pindorama

325,429FãsCurtir
215,000SeguidoresSeguir
102,000InscritosInscrever
spot_img

Relacionados